Conheça os impactos do trabalho/ensino remoto em seu centro

Resultado de pesquisa da Adufes está sendo apresentado aos conselhos departamentais e em reuniões ampliadas.

 A Adufes já deu início ao trabalho de divulgação dos resultados da pesquisa “Trabalho Remoto na Ufes – Caderno 2: Percepções sobre o Trabalho/Ensino Remoto e Saúde na Pandemia” nos centros de ensino da Ufes. O estudo revela os principais problemas enfrentados pela categoria, com destaque para a precarização de condições de trabalho, aumento da jornada, adoecimento, assédio e frustração com o Earte.

 A pesquisa foi proposta pela Comissão da Adufes de Acompanhamento ao Trabalho/Ensino Remoto e a publicação apresenta, além dos resultados, análises e reflexões de várias/os pesquisadoras/es da instituição. O material foi dividido em cinco eixos de apresentação dos resultados: as informações sobre o perfil dos/as docentes que responderam à pesquisa; condições de saúde e a relação com o trabalho no ensino remoto; reflexões sobre as condições de trabalho e suas consequências; uma apresentação sobre os aspectos pedagógicos que envolvem o ensino, que divide-se em dois textos, sendo um de abordagem geral e outro que trata especificamente do Centro de Educação Infantil Criarte; e a atuação da Adufes, a partir da avaliação e dos comentários feitos na pesquisa.

Com o objetivo de divulgar os resultados por centro de ensino e desdobramentos da pesquisa, o sindicato encaminhou correspondência  às direções das unidades solicitando o agendamento de reuniões. A maioria dos centros já definiu data para a apresentação.

CCAE e CCENS. As primeiras unidades a conhecerem os dados da pesquisa foram Centro de Ciências Agrárias e Engenharias – CCAE e Centro de Ciências Exatas, Naturais e da Saúde – CCENS, do campus de Alegre. A apresentação foi feita aos Conselhos Departamentais na última quinta-feira, 2, pela presidenta da Adufes, Ana Carolina Galvão. Ela sublinha que o CCAE planeja também apresentar os dados em reunião aberta à comunidade acadêmica. Após cada reunião, é enviado o material apresentado para divulgação pela unidade. “Também vamos incluir os dados desmembrados por centro em nossa próxima publicação”, destaca Ana.

Próximos Centros. A mesma forma de discussão aberta está prevista para ocorrer na segunda, 13, no Centro de Educação Infantil Criarte/Ufes e no Centro de Ciências Exatas (CCE), no dia 20. O Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN), por sua vez, decidiu realizar dois debates sobre os resultados da pesquisa:  dia 14 de setembro (Conselho Departamental) e em 7 de outubro, aberto à comunidade acadêmica. O Centro de Educação também prevê discussão com toda comunidade para o dia 27 (a data ainda pode sofrer alteração).

Já os Conselhos Departamentais dos Centros Tecnológico (CT), Universitário Norte (Ceunes), Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE), vão conhecer os dados nos dias 10, 13 e 24/9, respectivamente. A agenda continua aberta para novos agendamentos.

Serviço – reuniões já agendadas

CT –  10/09, às 9h (Conselho Departamental)

CEI Criarte – 13/09, às 9h30 (discussão aberta)

Ceunes – 13/09, às 14h (Conselho Departamental)

CCHN –   14/09 (Conselho Departamental) e 7/10 (debate aberto), sempre às 14h

CCJE– 24/09, às 10h

CE – 27/09, às 15h30 (debate aberto) – data pode sofrer alteração


Reuniões realizadas

CCAE – reunião ocorreu em 01/09 (Conselho Departamental)
Previsão de encontro aberto – data a ser definida.

CCENS– reunião ocorreu em 01/09 (Conselho Departamental)

 

 

 

 

Adufes